A CÂMARA

HISTÓRIA DO MUNICÍPIO DE CASEIROS RIO GRANDE DO SUL - RS

Em meados de 1637, Caseiros foi passagem para os bandeirantes rumo às missões jesuíticas. Em 1713, índios missioneiros conduziram e fizeram aqui parada para rebanho de gado, com que se iniciou o povoamento dos campos na vacaria dos Pinhais. Ainda em 1738 serve como caminho das missões a São Paulo, em 1819 o tropeirismo, abriu novo caminho entre os matos Castelhano e Português, encurtando distâncias e abrindo pioneiramente a atual BR 285.

Com o final da Batalha de Monte Caseros em 1852 e a criação da Colônia Militar de mesmo nome, em 1859, no então Mato Português é concretizado o vinculo definitivo de Caseiros com a Argentina. Com intenção de aprisionar os índios para cristianizá-los, o Governo Imperial criou uma colônia militar com contingente de militares e esses responsáveis pelo trabalho na região, isto por volta de 1850.

Após a guerra da independência, o Governo Imperial resolveu manter os soldados portugueses na região, e para isto distribuiu lotes de áreas férteis, para habitação da região, com duração nesta condição até 1878, deixando de existir a colônia militar, sendo esquecido pelo Governo.

Continuando o desenvolvimento local, foi mantido o nome referencial de Caseiros, sendo criado o distrito pertencente à Lagoa Vermelha, por Decreto Municipal em 31 de outubro de 1919.

O esforço e o desprendimento dos emancipacionistas, primeiro, pelos anos de 1965 com os padres Barnabitas, depois em 1987 pelas lideranças comunitárias. O movimento teve êxito e, em 09 de maio de 1988, pela Lei Estadual nº. 8612, foi criado o Município de Caseiros.

Município emancipado em 09 de maio de 1988, com origem do município mãe de Lagoa Vermelha, localizado junto a BR 285, a 280 km da capital, Porto Alegre, a 80 km de Passo Fundo e a 20 km de Lagoa Vermelha, na região Nordeste do Estado, com sua economia baseada na agropecuária e sustentação na atividade rural, com fortes relações de base econômica e social.

Gentílico: caseirense

Formação Administrativa

Elevado à categoria de município com a denominação de Caseiros, pela lei estadual nº 8612, de 09-05-1988, alterada em seus limites pela lei estadual nº 9009, de 11-01-1990, desmembrado de Lagoa Vermelha. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1989.

Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE



Síntese das Informações 
Área da unidade territorial: 235,705: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 2: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2012: 429: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2012: 119: matrículas
Número de unidades locais: 137: unidades
Pessoal ocupado total: 447: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2013: 26.780,40: reais
População residente : 3.007: pessoas
População residente - Homens: 1.517: pessoas
População residente - Mulheres: 1.490: pessoas
População residente alfabetizada: 2.524: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 693: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 2.638: pessoas
População residente, religião espírita: -: pessoas
População residente, religião evangélicas: 347: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.793,70: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.901,80: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 400,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 510,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,703: 

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística